S/n. Vanessa

Olá, sou a Vanessa, sou lésbica e feminista radical. Não tenho curso superior e não escrevo de forma acadêmica, tenho uma certa dificuldade com teorias, pelo mesmo motivo. Eu falo de um jeito mais informal sobre os assuntos que mais me tocam, que são lesbianidade, pedofilia, cristianismo, e feminismo em geral. Fiquei muito feliz pelo convite em participar aqui ao lado de mulheres tão incríveis e dignas da minha total admiração. Obrigada por lerem.

Sobre esses relato de sapatona que voltou a ser hetero por causa da igreja, em vez de ficar discutindo inutilmente na foto da mina que não tem culpa de nada, venho deixar o meu relato, vale lembrar que eu ia na igreja quando criança porque minha mãe me levava, mas não era culpa dela, ela só foi ensinada a isso.vou dizer o que acontece nas igrejas cristãs, mais especificamente as evangélicas: é um lugar horrível, feito pra forçar mulheres a andar na linha. Mulher não tem nenhuma autonomia e eles tem respaldo bíblico pra tratá-las como propriedades, seres desprovidos de qualquer individualidade, isso porque lá é onde os homens vão pra construir seu verniz social de bons homens, acima de qualquer suspeita, afinal quem ousa suspeitar de servos de deus? Lá as mulheres aprendem que não devem questionar os chefes da casa, que uma mulher obediente e temente a deus, deve temer também ao homem da casa, e ser submissa a ele, só deve falar com a autorização dele. deve cuidar dele, da casa, e da prole. e tratar de servir a deus, ajoelhar e se depenar em lágrimas, pedindo perdão pelo pecado que Eva cometeu. aceitando passivamente tudo de bosta que a vida lhes reserva, todas as dores, as violências, a infelicidade, são tudo fruto daquela que pecou primeiro, então tudo se justifica. E é nesse clima de mulheres mudas, cegas, e surdas que se ergue a fortaleza dos homens de deus: lá eles fazem o que querem. e mulher nenhuma ousa contar, por medo da represália, por medo de não acreditarem nelas, por medo de estarem loucas, por medo de ter sido culpa delas, por medo de ser obra do inimigo. E é nesse ambiente que eles abusam, ESTUPRAM as filhas, sobrinhas, netas, batem, arrebentam na porrada as esposas, os filhos. é lá que eles mantém a família refém. E ai daquela que ousar sair disso. as meninas nesse tipo de religião crescem vendo as mães definharem nas mãos dos pais, e só podem esperar no futuro que deus lhes prepare um bom marido pra lhes fazer o mesmo, porque ai da mulher que não se casou, e não tem um lar. ai dela, que ficará mal falada. pra isso elas treinam desde cedo, ajudando a mãe com as tarefas enquanto os irmãos meninos brincam. lá elas aprendem que o destino delas é um homem. No culto os homossexuais são lembrados como os fornicadores, os sodomitas, o motivo pelo qual deus mandou o dilúvio, e destruiu Sodoma e Gomorrra, a maldição dos infernos. homem com homem, mulher com mulher. pecado, vão queimar no inferno pra sempre. pervertidos, sujos, doentes, o satanás encarnado, poços de doenças, o inferno, o pior tipo de coisa pra uma pessoa se tornar.
você cresce ouvindo tudo isso, e outros tipos de loucura que enfiam na cabeça de crianças, coisas assustadoras que deveria ser crime dizer pra alguém tão vulnerável. então você se identifica como lésbica ou gay, e é repudiado, na igreja te apontam e te escarneiam, você tem medo de descobrirem em casa. descobrem, você leva um tapa na cara, às vezes apanha mais feio, noutras é expulso. Noutras tentam te exorcisar. TODO MUNDO, ABSOLUTAMENTE TODO MUNDO muda com você, a família, os amigos da família, os vizinhos, na escola. Você surta, porque a mesma igreja que agora caga na sua cabeça tratou de acobertar muito bem o abuso que você sofreu por um homem de deus. você que era criada numa redoma até então pra ficar longe das coisas mundanas, dos pecados e das tentações, decide que vai experimentar de um tudo, e vai a todos os extremos, sem limites, e só faz merda atrás de merda. porque sua mente tá um caos, seu coração tá um caos, sua vida tá um caos.
e você fica na merda. e quando você tá bem lá na merda eles vem e te apontam “TA VENDO, QUEM MANDOU SEGUIR O CAMINHO DO DIABO”, “HOMOSSEXUALISMO É DROGAS MESMO”, “TÁ PERDIDO” E aí, apelando covardemente pra um momento de fragilidade, e vulnerabilidade na qual ELES TE COLOCARAM, eles te puxam de volta, se dizendo salvadores do inferno QUE ELES FIZERAM na sua vida. Infelizmente muitos de nós caem nessa lenga lenga, a maioria por desespero e por já não ver nenhuma saída, e já ter tido o psicológico tão desgraçado que já não conseguem ver outra saída. te embebem em culpa cristã, e te fazem se sentir um lixo por quem você é, te fazem se arrepender, e pedir perdão por ser quem você é. e te pegam pelos braços e pernas pra te jogar no meio do ninho de serpentes que ELES SÃO. Se vocês não nos estuprassem, não nos batessem, não batessem em nossas mães na nossa frente, não nos aprisionassem, não desgraçassem nossa mente com suas histórias doentias sobre inferno e punições pra crianças inocentes, se não fizessem-nos acreditar desde tão pequenos que somos um lixo, então nós poderíamos nos assumir sem traumas, e viver nossa sexualidade de forma plena, sem termos que recorrer a um monte de fugas, e substâncias tóxicas, porque não estaríamos jogados na solidão, no isolamento, não nos odiaríamos, não temeríamos o inferno, não estaríamos jogados à margem sofrendo todos os tipos de violência.
a doença são vocês, sempre foi vocês. a minha sorte é que a despeito de tudo que me aconteceu eu consegui me livrar cedo, aos 16 aninhos, dos seus lixos e embora tenha passado por maus momentos, eu NUNCA voltei, e essa alma aqui NUNCA será de vocês.

Sobre a autora:

Vanessa, lésbica e feminista radical

Como citar esse texto:

Vanessa. S/n. Palavra e Meia, Jun. 2016. Disponível em: <http://www.palavraemeia.com/convidadas/sn-vanessa/> Acesso em: [inserir data].